domingo, 11 de janeiro de 2009

13ª Conversa

Outro Eu - Como estás?
Eu - Desiludida...
Outro Eu - Porque? Com quem?
Eu - Ontem contei à V. que tenho estado com a Rita
Outro Eu - E entao?
Eu - Quase que ignorou...
Outro Eu - Mas que disse...?
Eu - Perguntou-me se eu estava bem...
Outro Eu - Mas ela percebeu o que lhe disseste?
Eu - Percebeu...
Outro Eu - Mas a V. não devia entender isso melhor que ninguém?
Eu - Devia...
Outro Eu - Mas...
Eu - ...

3 comentários:

Fontez disse...

n precisa de ficar desiludido o teu "Eu".
Sempre sempre nós e nosso "Eu"...!

Patrícia disse...

Esperamos muitas vezes atitudes e gestos que acabam por não aparecer. E tu bem sabes disso... Quantas vezes esperaste por um gesto que não chegou?
Apesar de não estar dentro das outras pessoas, porque nem toda a gente sente da mesma forma, lamento por ti o abraço que não chegou...

Mesmo sabendo que abraço não substitui abraço, deixo-te o meu apertado

Marta disse...

...
Como te disse a Patrícia, nem todos reagimos da mesma forma. Mas neste caso, eu repito a pergunta do Outro Eu. "Mas ela percebeu o que lhe disseste?" e acrescento uma outra: Ela percebeu a importância que a Rita pode ter se tu o permitires?
E mais outra ainda: Ela quase te ignorou ou simplesmente ficou sem saber o que dizer?
...

Quanto a mim, que não sou a pessoa mais calorosa do mundo, fico feliz por ti. Acho fundamental que te entendas com a Rita!

Beijo enorme e aquele abraço!