sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

31ª Conversa

Eu - Ontem percebi o que é isto de andar a mexer nas feridas. A verdade é que andar a pensar no que passei, no que vivi, no que senti, no que fui, no que sou, no que sinto, nas influências de certos acontecimentos em mim, no que não quero ser e no que me quero tornar, faz com que possa vir uma avalanche de sentimentos e pensamentos que me arrastem para momentos menos bom. E foi isso que aconteceu ontem...
Outro Eu - Mas a verdade é que se não mexeres nas feridas, elas vão perdurar e essas sim, irão atirar-te sempre para baixo, ao longo da vida. Mais vale que seja tudo de uma vez e de uma vez por todas...

4 comentários:

marta disse...

Isso mesmo.

Deixa vir essa avalanche.

Beijo!!!
E uma fatia GRANDE de bolo! ;)

Ana. disse...

Mexer nas feridas, dói... mesmo que já não sangrem como outrora...

Cris (Mahinder Kaur) disse...

E agora é tempo de as curar e cicatrizar de vez!
Um xi apertado!

Fontez disse...

as feridas devem ser expostas para serem tratadas...e com tempo serem curadas.
big kiss.