quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

29ª Conversa

Eu - Disse a Rita que não gosto do meu aniversário, que é sempre uma época tendencialmente depressiva para mim.
Outro Eu - E que disse ela?
Eu - Disse que o nosso aniversario é a comemoração do dia em que celebramos a nossa chegada aqui, o dia em que celebramos o facto de estarmos vivos e do quanto estamos felizes. É dia de estarmos com quem gosta de nós porque também eles querem celebrá-lo.
Outro Eu - E tu?
Eu - Eu disse que muitas vezes não acho que estar vivo é assim tão bom e por isso não o celebro.
Outro Eu - Pois...
Eu - A Rita diz que eu tenho que contradizer tudo isso: os pensamentos e os sentimentos. Deixou-me trabalho para casa: tenho cerca de 1 semana para lutar contra isso.

15 comentários:

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Pelas minhas contas, tens cinco dias para lutar contra isso. Eu quero celebrar o teu aniversário, porque é um dia especial: o dia em que nasceu uma alma boa, que faz por mudar o mundo para melhor! Muda o teu mundo para melhor também!
Um xi apertado.

marta disse...

marta seguro
(estou a assinar por baixo do comentário da Cris)

marta disse...

E agora deixa-me dizer que no ano passado foi um dia feliz, eu pelo menos achei, afinal de contas levei-te a um bar de alterne!!! :P

Fontez disse...

é uma dia igual aos outros, apenas muda o numero(idade).
homenagear uma alma generosa, é isso e não tem mal nenhum. sentires tal lembrança de quem te adora.

A Cris foi certeira no seu comentário.

bj

Cris (Mahinder Kaur) disse...

lol Marta. Estás a ver, Cátia, até tens a capacidade de por mais do que uma pessoa a concordar com o que eu digo (coisa rara)... :P

Marta disse...

O que eu acho indecente é que ninguém veja que eu ganhei um apelido! :(

(Cris, tu é que estiveste muito bem! ;) )

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Eu percebi Marta Seguro!
Beijinhos

Ana disse...

Eu também não gosto. Mas enfim, como não podemos hibernar e só acordar passadas estas épocas festivas, temos mesmo que vivê.las da melhor forma possivel.

Um ano quase passado e eu ainda não conheci o tão famoso bar que rendeu bastantes gargalhadas =(

Beijinhos

Ana. disse...

'O que eu acho indecente é que ninguém veja que eu ganhei um apelido! :(' - eu reparei, mas como não percebi nada fiquei caladinha...

lol

Cátia disse...

Ana, de facto é uma falha nossa nao te termos levado lá... quer dizer, eu na verdade tambem nunca passei da porta, mas.. quem sabe é este ano! Um passo de cada vez...

Marta, eu ia comentar sobre o teu apelido mas antecipaste-te... e ai calei-me! puff.. Gosto de seguro, afinal o seguro morreu de velho...

Cris, tu nao te habitues mal que isto de concordar contigo nao é para todos os dias.. tu ve la.

Fontez,
obrigada.


Beijinhos para todos

Cátia disse...

Meus amigos,

A verdade é que o facto de gostar ou nao deste dia, e de ser mt festivo ou não, a essencia da discussão é o modo como olho para ele. E é esse que tem que ser mudado.

Obrigada por estarem aqui.
Beijocas

ps - Marta, o do ano passado foi mt bom pela companhia sim...

marta disse...

A mim parece-me bem ter um apelido. É sinónimo de crecimento. Em pequenos somos as Martas, as Cátias, as Anas, as Cris, depois de grandes ganhamos apelidos, vocês todas tinham e eu não... agora já tenho! :D

E é um apelido coerente com o aperecimento do nome...

Ana disse...

lol E porquê Seguro?

marta disse...

"ok teleseguro fala a Marta"

Ana disse...

LOL