terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

38ª Conversa

Eu a pensar alto...

O que se sente quando, alguém que gostamos muito conta-nos um momento extramente doloroso seu, algo que não contavamos e que não podemos fazer nada para alterar?

O que se sente quando contamos algo muito doloroso a alguém de quem gostamos muito, um segredo que pensávamos que iria morrer connosco?

4 comentários:

Patrícia disse...

Talvez não possamos fazer nada para alterar, mas podemos sempre apoiar,que é o que nos resta... Além de podermos viver uma grande amizade...

Quando contamos algo a alguém um segredo que pensávamos nunca contar a ninguém, é sinal de uma grande confiança.. Ou melhor, de uma grande abertura para com essa pessoa... Essa abertura nasce da capacidade de ambas se exprimirem e se ouvirem mutuamente..

marta disse...

São perguntas dificeis essas, comecemos pela primeira.
Não faço ideia, mas julgo que não podemos fazer nada, eu pelo menos não saberia fazer nada. Acho que me limitaria a agradecer a confiança e a tentar entender alguns "porquês". Mas creio que não alteraria em nada o meu comportamento anterior. Não faria do assunto um tabu, mas também não o empolaria. Ficariamos apenas mais cumplices. Sentir-me-ia honrada!
Quanto à segunda pergunta, não sei... leve, se eventualmente tivesse corrido bem...

(estou a colocar-me em dia em termos de leitura, mas como ainda não jantei, opto por comentar para já só este. Foi um dia cheio, correu bem, mas foi cheio, não me deu muito tempo para passar por aqui, mas não queria deixar de não passar...)

Beijo enorme primota!

Fontez disse...

(first question)
já senti algo parecido...e o que me acontece é o seguinte: não tenho forças para aceitar a situação, simplesmente pois adoro mt essa pessoa e tenho mt dificuldade, extrema até, aceitar a dor de alguém q adoro mtissimo...e ainda pra mais de forma injusta!...Fico tb mt embrenhado nos porquês! mas é sempre mt importante darmos um ombro...um carinho...o arrependimento é algo de mt doloroso...mt mesmo...o tempo ajuda...mas a marca fica connosco para sempre.


(second question)
não sei o que sentiria...mas ficava mt abatido...mt mesmo...melhor n sei se teria coragem de contar...

Nelson disse...

A partilha pode ser um alívio, mas quem recebe essa dor partilhada muitas vezes fica com esta dúvida de saber como reagir...