terça-feira, 7 de julho de 2009

95ª Conversa - Não ceder a pressões!

Toda a minha vida fiz o que era suposto, o que os outros (nomeadamente os meus pais) esperavam. Sempre segui o que era suposto, sempre fui, por assim a dizer, uma filha exemplar. Mas essas pressões - de "ter que fazer" - não me fazem bem. São impostas? Talvez um pouco, mas julgo que sou eu mesma que as imponho. - Não desiludir...

Essas pressões não me fazem bem e tenho que parar de as levar comigo para a frente... Terão que ficar para trás. Não será facil, porque é uma das coisas que mais está entranhada em mim, e por isso tenho que me educar, que treinar o pensamento...


Vou fazer o que me fizer feliz e não vou ligar ao que os outros querem ou o que vão pensar.
Vou fazer o que me fizer feliz e não vou ligar ao que os outros querem ou o que vão pensar.
Vou fazer o que me fizer feliz e não vou ligar ao que os outros querem ou o que vão pensar.
Vou fazer o que me fizer feliz e não vou ligar ao que os outros querem ou o que vão pensar.
Vou fazer o que me fizer feliz e não vou ligar ao que os outros querem ou o que vão pensar.

11 comentários:

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Agora é escrever 100 vezes no caderno... não te estou a pressionar...
:P
Beijo grande.

Ainda bem que vais pensar mais na tua felicidade do que no que os outros querem.

marta disse...

hummmm

Vi aqui num pulinho para saber como vão as coisas e deparo-me com este post. Vai-nos dar que falar se quiseres. Pois... não concordo com o que escreves no primeiro parágrafo. Acho que sempre fizeste o que tu achavas que os outros achavam suposto, o que não é necessariamente a mesma coisa.
Não leves a mal, mas porque achas que foste uma filha exemplar (pelo percurso académico?)? Ou dizes isso em comparação com...?

Quanto ao segundo parágrafo estou completamente de acordo.

E a frase que repetes então, ui, devia ser escrita em letras garrafais por umas boas centenas de vezes. O que importa é o que te faz feliz a ti. Obvio que não deve ser uma coisa cega e desprovida de sentimento pelos outros, mas isso estou certa de que não será.

Sabes... eu acho que tu sempre quiseste fazer o que achavas que era suposto, mais, acho que isso de alguma forma te fazia até feliz, porque te consolava. O que se passa agora talvez seja essa tua nova realidade de saber viver, de saber ser feliz, de gostares de ti própria sem a "pressão" de precisares que os outros gostem para compensar... desculpa a franqueza, já me conheces...

Mas sabes, alguns dos outros gostam mesmo! (e da familia tens por ai uma prima, chata que até dói, que gosta muito!

Beijo enorme.

Fontez disse...

muito bem.
auto-estima a subir e de que maneira.
força.


;)
bj

Anónimo disse...

I believe u just by reading u! =)

CA disse...

Amiga,
O que mais me deixou feliz por ti neste post foi encontrar a expressão "treinar o pensamento"!!!!!
Beijocas
CA

▪ dααy imhof ! disse...

faça apenas oq te faz bem e feliz! os outros..são só os outros! parabéms pelo txt, qnd puder da uma passada no meu! ;D beijos.

Opalescence disse...

Não é preciso escreveres mais. Agora é só passar à prática. =)

Gostei do espaço. Vou voltar, pode ser?

Cátia disse...

Cris,

Espero que consiga... Vá e nada de me pressionar para escrever! :P

Beijocas


Marta,

Já tivemos oportunidade de falar sobre este assunto, e talvez concorde contigo relativamente ao primeiro paragrafo.. Talvez tenha sido uma forma de compensação... Filha exemplar num sentido sim, talvez e como bem dizes, tenha falhado num outro mais importante... Tens razão, conheces-me muitissimo bem.

Tenho um prima chata que até doi?! Tu vê lá se não dizes mal da minha familia... ai! Sabes bem o quanto eu gosto dessa minha prima... Cada vez mais. Obrigada por estares presente.

Aquele abraço.



Fontez,

Espera-se que não suba demais... senão qualquer dia aprende a voar... lol.

Beijocas

Cátia disse...

Anonimo,

Obrigada. Espero que possas assinar para a proxima :)

Beijinho



CA,

É mesmo preciso treinar, não é? Aprendi isso desde o inicio... E faz muito bem, é um passo muito importante para a mudança. Tu sabes...

Beijinho grande


.daay,

Os outros sao apenas os outros, mas influenciam-nos não é?

Beijinho


Opalescence,

Tenho tentado... mas nem sempre é facil, não é?

Passa sempre que quiseres, mi casa es su casa... :)

Beijinho grande,
CA

Tite disse...

Vou fazer o que me fizer feliz e não vou ligar ao que os outros querem ou o que vão pensar.

Gargalhei com esta tua decisão mas com a necessidade de repetir vezes sem conta. Como as Professoras que nos mandavam repetir páginas de palavras que nós insistíamos em errar nos ditados.

Se essa for uma táctica também para te corrigir então... vamos a isso! Nada te pode impedir de ser feliz, nem mesmo a tua própria cabeça condicionada.

Abraços de muita compreensão

Cátia disse...

Ti Té,

Esta é uma boa forma para mudarmos o que pensamos, é repetir as coisas constantemente e treinarmo-nos para agir de determinada forma... Pode ser que resulte (de outras vezes já funcionou...)!

Um abraço
CA