terça-feira, 3 de março de 2009

48ª Conversa - Hoje é o dia...

Hoje é o dia de voltar lá, aquela casa que é minha, aquela onde cresci, onde aprendi, onde me tornei mulher. Aquela casa trago-a no peito, lá aprendi que existe um mundo novo lá fora e que a vida é para ser vivida. Lá conheci gente tão diferente que pensava inatingivel. Lá tornei-me quem sou.

Mas num sopro rasgado no peito digo baixinho que hoje não me apetece ir lá, nem ver aqueles que foram colegas de caminhada, aqueles que cresceram comigo ou que me fizeram crescer... alguns à força. Não me apetecia encontrar aqueles que me vão perguntar pelos sucessos que não tenho (ou talvez tenha) ou pelo futuro que será diferente do que todos esperam. Estarei eu a fugir novamente? Estou eu a desistir? Estou eu a deixar de lutar? Ou estarei eu apenas a ir por outro caminho apenas porque quero e assim escolhi? Que não me perguntem hoje pelo exame que não vou fazer... Hoje voltarei lá, sem palavras para contar...

2 comentários:

Fontez disse...

estás a ser.
a ser ser...
a seres tu...
nao chega? :)

medo?
fugir?
desistir?

nop.
nop.

voltar.
one day.
home.
see.
you.

marta disse...

Quando se regressa a casa e se revê a “família” é sempre uma experiência tipo o Natal. Cometem-se excessos, há sempre alguém mais inconveniente, há sempre o dinheiro que chorámos ao gastar com aquela prenda, para aquela pessoa, há sempre umas cuecas de gola alta que alguém nos oferece e nós sorrimos para não chorarmos, mas no fim das contas, no recolher da loiça no fim da noite, no recolher da fita cola deixada no chão, há um sorriso, uma memória boa... uma felicidade suave de dever cumprido... há a nossa percepção de que os nossos medos, as nossas vitórias e os nossos fracassos são muito mais semelhantes do que imaginamos. Semelhantes no sentimento, na insegurança, independentemente dos mares navegados.

O teu percurso TEM muitos sucessos, basta que olhes com olhos de ver.

Acho que estás apenas insegura, com aquele friozinho na barriga... mas isso todos temos afinal és humana ou não és?!!!

Beijo grande e tchim tchim, a muitos e muitos sussexos!