sexta-feira, 23 de outubro de 2009

121ª Conversa - Cansada

Estou cansada. Tão cansada que sinto-me fora de mim, um zombie, uma sombra do que sou. Hoje faço-te um pedido: faz-me apenas companhia neste silêncio ruidoso. Hoje não me perguntes por sentimentos ou pensamentos, não me perguntes sequer por mim que hoje poderei duvidar até da minha existência. Quero dormir profundamente durante dias... Dois, três ou quatro dias viriam a calhar, pode ser? Sei que não e que amanhã o sol nascerá de novo, despertando-me para um novo dia... Mas peço-te que hoje me mintas e que me digas simplesmente que sim.

(19/10/2009)

6 comentários:

Fontez disse...

deixar-te um abraço apertado.
bom fds.

marta disse...

Percebo tão bem essas "mentiras". Percebo também, creio, esse cansaço.
E porque também eu tenho estado e ambicionado estar em silêncio, deixo-te uma fatia bolo que fiz pela manhã, deixo-te um copo de leite para mais logo e vou para algures esquecer-me de mim.

Beijo grande primota!

Dulce disse...

Passei para deixar um beijinho e desejo dum bom fim-de-semana

teresa disse...

olá catia ,,
deixo-te um abraço bem apertado e um beijinho cheio de força amiga .
tem fé em deus que tudo vai correr bem .

beijinhos

Sónia Pessoa disse...

Que se passa?... posso ligar-te amanhã, ou é mau dia?

Maria Clarinda disse...

Se eu puder...e ainda for a tempo, sim...agarra a minha mão e eu dirte-ei que sim...dorme...eu...limitar-me -ei a velar teu sono!
Jinhos