sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

139ª Conversa - Sem tempo..

... é assim que ando nos últimos meses! Não que ande com muito mais trabalho (bem... algum!), ou com mais actividades (bem... algumas também!), mas ando sem tempo! Muitos andam a reclamar a minha presença: um telefonema que não fiz, uma mensagem que não chegou, um café adiado, uns blogs que não comentei, uma ida que não fui... Mas a verdade é que tenho andado com menos tempo para os outros. Muitas vezes via que a maioria das pessoas nem sempre estavam disponíveis para os outros. Não é assim? Estive 26 anos disponível, por favor, agora percebam a minha... falta de tempo.

8 comentários:

Maria Clarinda disse...

(...)Estive 26 anos disponível, por favor, agora percebam a minha... falta de tempo.

...Todos nós temos que ter o nosso tempo sem tempo...todos nós temos que pensar em nós...os outros já tiveram o teu tempo, agora chegou a tua altura de o teres teu...pensares em ti...viveres ao ritmo da tua disponibilidade....da tua felicidade...todos os outros se realmente sentem a tua falta...compreenderão certamente.

Adorei o teu post, e sabes que até faria das tuas palavras minhas?...

Carinhos mil

Marta disse...

Que maravilha, que post saudável!!! :)

Não tens que estar sempre, ninguém tem que estar sempre!

E essa tua falta de tempo vejo-a como uma coisa boa e sabes que mais, umas saudaditas de vez em quando até fazem bem! :D

Beijoca grande!

(mas é normal que as pessoas te sintam a falta, estão mal habituadas!!!)

Fontez disse...

quem adoras e és adorada, tás sempre presente.

qd não estás presente é pq não tens de estar presente, simples, não deves pensar mt nisso.

"estar presente em mim e nos outros" - dualidade necessária.

como refere a Marta...sdds existem para quê?...
:)

**

Manuela Freitas disse...

Olá Cátia,
Apesar de tudo ainda apareceu lá no meu blogue, obrigada.
Tempo...tempo...tempo...se o dia pudésse ter 48horas!..
Compreendo perfeitamente minha amiga,
Beijinhos e bom fim de semana,
Manuela

Brancamar disse...

Se percebo a tua falta de tempo, querida Cátia!
Ando a sofrer do mesmo.
Temos que ter um espaço para nós para depois estarmos disponíveis para os outros.
Estar a 100% para os outros é um desgaste enorme e há sempre uma ocasião em que também precisamos de recuperar energias com um pouco de mimo. Todos precisamos, não é?
Deixo-te um grande abraço e mil beijos.
Branca

Sandokan disse...

Às vezes é preciso abanar a árvore da existência para caírem as folhas velhas. Talvez seja por isso que eu não quero saber quem pintou o céu de azul, mas eu quero é o resto da tinta, porque nós podemos matar o tempo, mas é sempre ele que nos enterra.
Gostei muito de vir aqui visitar o teu belo espaço. No carácter, na conduta, no estilo, em todas as coisas, a simplicidade é a suprema virtude. O destino une e separa pessoas. Mas nenhuma força é tão grande para fazer esquecer pessoas, que por algum motivo um dia nos fizeram feliz!
Nunca desistas dos teus sonhos… e nunca os deixes para trás. Encontra-os, torna-os próprios e durante toda a tua vida tem muito carinho por eles e nunca os deixes partir. Necessitas de muita dedicação para realizares os teus sonhos, porque eles não se realizam por magia dado que a magia é pura ilusão – o alimento dos perdedores - que nunca te vai tirar do lugar onde te encontras.
BOA SEMANA!

Carracinha Linda! disse...

Pois gostei! Fico contente por te ver a tratares 1º de ti!

Beijinhos grandes

Je Vois la Vie en Vert disse...

Só quem não tiver nada para fazer é que não poderá entender as tuas palavras...

beijinhos

Verdinha